(minha)por uns dias

eu nunca sei o que você quer
nunca sei onde você quer me levar
nem se quer mesmo me levar
existia algo nos seus olhos
uma esperança qualquer a venda
comprei medos, vendi segredos
assombrei delírios, me despedi
fiquei para trás
você tirou os meus pés do chão
já não sei mais como voltar
minha casa ficou no horizonte
suspensa, em nervos, pedaços…
entre serpentes
e beijos nunca roubados,
em amores não declarados
sem teto, sem chão
sem terra, sem vontade
sem você, sem nada
só, com algumas ressalvas.

Anúncios

3 Respostas para “(minha)por uns dias

  1. “sem voce, sem nada, so com algumas ressalvas”
    Gostei.

  2. Muito bonito este poema. Palavras e sentimentos bem articulados. Bom de ler, melhor ainda de sentir.

    Abraco

  3. Que lindo!
    Agora que te achei.
    Bjo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s