do futuro

…mais uma estupidez entorpecida diante dos olhos
a lembrança que vai arder até o sol se pôr
você já foi mais feliz do que isto, é o que dizem,
agora carrega garrafas de bebidas debaixo do braço
roda de esquina em esquina, gira descalço no vazio
já não sabe se é do frio que se esconde
ou de alguma outra dor que também se sente
ontem deixei todo meu dinheiro por um quarto de hotel
por alguém que me devolva um instante da paz perdida…

Anúncios

Uma resposta para “do futuro

  1. São partes de um mesmo poema, bonito.
    Boa continuação. Mesma densidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s