monstros

Monstros patinam no teto do seu quarto
São como imensas sombras projetadas
na parede branca, indo das escadas
para o corredor que leva pra cozinha,
Mas o que assusta se esconde noutro canto.
Da varanda observa a noite pintada
É bem tarde, nem todos dormem
na cidade onde todos pensam em fuga.
Gira o dial do rádio em busca de rocks
Acende um cigarro e espanta a fumaça
Se livra do cheiro dos cigarros acesos
O pai a engoliria viva se acaso soubesse.
Quando infla a fumaça cortante
Sente suas feridas eriçarem,
Como que numa inflamação, latejante,
Talvez seja por conta disto que fuma
Pondera.
Debulha os chicletes, pensa na vida,
No amor dele que nunca vai ter
Quase pode senti-lo entre as pernas
novamente.
A menstruação já veio, lembra-se
ao perceber o incomodo do absorvente
Não sabe até onde morreria
Se acaso, o atraso tivesse sido outra coisa
Um filho dele, um pedaço do amor
Que nunca foi, uma prova pra ela
Uma prisão pra ele, se convence
Do melhor.
O pior está entre os dedos, a escorrer
Escorregando pelo corpo, indo pelo chão
A procura do ralo mais próximo.
A violência é só uma vítima
Destaca em letras garrafais na parede
do quarto em erupção: vestígios, cheiros
Visgos, vergões, vastidão até encontrar
Repara no espelho o corpo
O que assusta são as mudanças silenciosas
Que levam tempo, que levam tudo
E deixam pouco, como ele fez
Folheia Clarice antes de se deitar
Floreia a vida em verdes campos
Antes de apagar a luz
Se lembra que já cansou de descansar.

*recém-saído do forno; sem revisão. estou com sono para tanto, por isto, perdoem o meu português ruim… rs

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s